Letra

Por Ti Timor

Caminhando pelo mato desamparado
No coração de um povo massacrado
Numa marcha em busca da vitória
Uma chama sobrevive o fogo apagado

Resistir ou morrer é o meu viver¹
Numa luta desigual eu quero vencer
Não quero que um dia me venham dizer
Que o Timor já não é o meu Timor

Combatendo as injustiças do opressor²
Todos lutam desde a mais tenra idade
Sabendo que o Senhor está ao meu favor
A minha morte é mais um paço para liberdade

Resistir ou morrer é o meu viver¹
Numa luta desigual eu quero vencer
Não quero que um dia me venham dizer
Que o Timor já não é o meu Timor

Por mais corpos que eu vejo pelo chão
Por mais forte que seja o invasor
Os meus gritos jamais se calarão³
Até a morte lutarei por ti Timor

Outra versão:

Outras versões dos versos.

¹Resistir e morrer é o meu dever

²Resistindo a injustiças do opressor

³Os meus gritos jamais se apagarão

Leia outros posts neste blog