Capture

Download

Sumário

INTRODUÇÃO

A MATA ATLÂNTICA NO RIO DE JANEIRO

RESTAURAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS

  • Bases Teóricas: A Dinâmica das Florestas Tropicais
  • Histórico do Uso do Solo e Técnicas de Restauração

O PLANTIO DE ESPÉCIES ARBÓREAS NATIVAS

  • Modelos para o Plantio
  • Seleção de Espécies
  • Estratégias de Restauração
  • A PRODUÇÃO DE MUDAS
  • Viveiro Florestal
  • Localização
  • Operacionalização do viveiro
  • Canteiros
  • Cobertura
  • Recipientes
  • Sistemas de irrigação
  • Programa de Produção de Sementes
  • Coleta de sementes
  • Ponto de maturação
  • Métodos de coleta
  • Cuidados na coleta dos frutos
  • Técnicas de beneficiamento de sementes
  • Extração e secagem de sementes
  • Armazenamento
  • Produção de Mudas
  • Substrato
  • Enchimento das embalagens
  • Semeadura
  • Dormência
  • Tratos culturais

ETAPAS PARA O PLANTIO

  • Preparo da área para plantio
  • Abertura de aceiros e instalação de cercas
  • Infra-estrutura de apoio
  • Controle de formigas
  • Locação do Plantio
  • Espaçamento
  • Abertura das covas
  • Adubação
  • Instalação do plantio
  • Manutenção do plantio (capinas e roçadas)
  • Monitoramento dos plantios

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ANEXO 1

  • Custos de implantação de florestas com espécies nativas, em áreas localizadas na região de Mata Atlântica

ANEXO 2

  • Taxa de sobrevivência e desenvolvimento de mudas (altura média e DAB) plantadas na Reserva Biológica de Poço das Antas, RJ

ANEXO 3

  • Sugestões de modelos de fichas para o controle da produção de mudas e coleta de sementes

ANEXO 4

  • Lista de espécies arbóreas nativas com potencial de uso na restauração de áreas degradadas no Estado do Rio de Janeiro, com sugestão de classificação em grupos sucessionais e formações florestais onde ocorrem

ANEXO 5

  • Época de frutificação para algumas espécies arbóreas nativas da Mata Atlântica, na Reserva Biológica de Poço das Antas

Download