Carlos Nobre assina editorial da Science

Agência FAPESP  – Carlos Nobre, secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e membro da coordenação do Programa FAPESP de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais (PFPMCG), assina editorial na edição do dia 15 de junho da revista Science.

Com o título UNsustainable?, no editorial Nobre aborda as circunstâncias e desafios que envolvem a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (RIO+20), que está sendo realizada no Rio de Janeiro, e ressalta a necessidade urgente de uma agenda global para o desenvolvimento sustentável.

Nobre destaca três importantes mudanças globais que deveriam afetar os resultados da RIO+20: o grau de interconexão entre as nações; o conceito de “antropoceno”, popularizado em 2000 pelo químico atmosférico Paul Crutzen, ganhador do Nobel; e a mudança geopolítica, com a emergência das economias de países como Brasil, China e Índia.

Nobre também cita a diminuição do desmatamento na Amazônia como um avanço obtido pelo Brasil, ao mesmo tempo em que alerta sobre os impactos ambientais na agricultura, entre outros fatores econômicos e sociais no país e no mundo relacionados aos riscos das mudanças ambientais globais.

"Precisamos urgentemente de lideranças corajosas e comprometidas com uma visão de longo prazo para nosso planeta e sua população", disse.

Em janeiro, Nobre publicou juntamente com pesquisadores de diversos países um artigo na mesma revista, convocando a comunidade científica internacional a assumir um papel mais relevante para incluir a agricultura nas rodadas de negociações da Convenção do Clima da ONU.

O editorial da Science, assinado por Nobre, pode ser lido em www.inpe.br/noticias/arquivos/pdf/science_nobre_2012.pdf.