foto_17abril-eldorado-dos-carajas_jpg

A foto acima completa hoje 16 anos. No dia 17 de abril de 1996, uma ação da Polícia Militar do Pará na BR 155, em Eldorado dos Carajás, assassinou 21 camponeses e expôs para todo o país a questão da violência no campo contra aqueles que lutam pela Reforma Agrária. Até hoje, ninguém foi punido pelo massacre: os dois comandantes da polícia militar condenados há 220 anos de prisão estão soltos.

Em memória destes mortos, é realizado todos os anos o “abril vermelho”. Em 2002, o então presidente Fernando Henrique Cardoso reconheceu aquela data como o Dia Nacional de Luta pela Reforma Agrária.

Leia mais:

Jornada Nacional de Lutas pela Reforma Agrária 2012

MST ocupa prédio do Ministério do Desenvolvimento Agrário

Abril Vermelho começa com ocupações em Minas e Bahia

MST ocupa prédio de ministério em Brasília

17 de abril: Caminhos e descaminhos do julgamento do Massacre de Carajás em 1996

MST realiza Jornada de Lutas em memória ao massacre de Eldorado dos Carajás, onde 21 sem terra foram assassinados e até hoje ninguém foi punido.

 

Anúncios