Desde que o Facebook anunciou a construção de um centro de dados movido a carvão, o Greenpeace está no pé da rede social. Com uma pitada de descontração, nosso escritório nos Estados Unidos – local da planta – iniciou uma campanha para que o fundador da rede, Mark Zuckerberg, deixe de lado essa fonte antiga e suja e opte por fontes renováveis.

Por enquanto, Zuckerberg não deu ouvidos. Então, continuamos em frente. Quase 60 mil pessoas já “curtiram” a página “Unfriend Coal”, criada no Facebook para dar voz à campanha. O último passo foi um concurso relâmpago: pedimos que fossem enviadas fotos ou montagens criativas pedindo à companhia que aderisse às renováveis.

O resultado foi divertido. Em cinco dias, chegaram mais de 600 fotos e centenas de pessoas “curtiram” a iniciativa. Nas imagens enviadas, até Einstein e bichos de estimação entraram na dança. Nossa expectativa é que até 22 de abril, Dia da Terra, o Facebook apresente um novo plano de suprimento de energia para seu centro de dados. Até lá, você também pode enviar sua foto. Para ver as finalistas, clique aqui.

Anúncios