Na Bíblia está escrito no livro do Gênesis, capítulo 1, versículo 28: “Frutificai, disse ele, e multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-la”.

Baseado nisto, a Igreja proíbe o uso de quase todos os métodos anticoncepcionais.

Resolvi fazer uma conta: qual seria o tamanho da minha família se fosse seguida a risca o que determina a Igreja…Lista de filhos por pessoa da família:

Família do meu pai = 12 irmãos

  1. 0
  2. 3
  3. 3
  4. 3
  5. 3
  6. 2
  7. 4
  8. 3
  9. 3
  10. 2
  11. 2
  12. 2

Total de filhos = 30

Família da minha mãe = 7 irmãos

  1. 3*
  2. 3
  3. 2
  4. 0
  5. 2
  6. 1
  7. 2

Total de filhos = 13 – 3*= 10 (descontando eu e minhas irmãs)

Somando as duas famílias são: 19 irmãos e 40 filhos.

Mas e se cada filho tivesse 12 filhos? Como os meus avôs paternos. Seriam 228 filhos…E se cada um destes tivessem 12 filhos cada= 2736 pessoas!!!!!!!!!

Bom, acho tenho certeza que é nada sustentável uma taxa de crescimento populacional destas.

Desta forma, está ai uma crítica a Igreja Católica. O discurso da Igreja precisa de modernizar e estar contextualizado. Já não temos mais um planeta despovoado a ser conquistado. Por sinal, o versículo 28 fala em submeter a Terra… A situação atual é justamente o contrário, tem gente demais na Terra.

O controle de natalidade, apesar de ser um assunto que os países (assim com a Igreja) evitam, tem que passar a ser um ponto de grande destaque na busca pela sustentabilidade, junto como combate ao consumismo…

Confira um outro post deste Blog ONG pede que igreja proteste contra CO2