Valdir Lamim-Guedes, Carlos Junior Gontijo-Rosa

 REVISTA DO EDICC (UNICAMP), V. 2, N. 2 (2014).

Resumo: Neste texto, apresentamos alguns aspectos da nossa atuação junto às disciplinas do curso de Licenciatura em Química da Universidade Nacional de Timor-Leste (UNTL): Português Específico e Química Geral, durante o primeiro semestre de 2012. Além da alfabetização científica, abordamos a educação ambiental para proporcionar melhorias na formação dos nossos alunos, indo além do conteúdo em si. Durante as aulas, eram lidos e debatidos textos sobre problemas ambientais que afetam a comunidade timorense e fazem parte do cotidiano dos alunos, ou processos científicos de descoberta relacionadas à Química. Durante os debates, foi dado destaque às fontes de informações científicas, sua obtenção e testabilidade. Ao fim do período, foi possível discutir de forma mais concreta com os alunos a importância que eles poderão ter para o desenvolvimento do Timor-Leste, através da troca de opiniões dos alunos com os professores em sala de aula. Com isto, estimulamos a opinião crítica dos estudantes, essencial para o amadurecimento da recém-estabelecida democracia timorense.

Palavras-Chave: Divulgação científica; Cooperação internacional; Empoderamento.

Texto CompletoPDF

Valdir Lamim-Guedes

REVISTA DO EDICC (UNICAMP), V. 2, N. 2 (2014).

Resumo: Alfabetização científica é a obtenção de conhecimentos científicos e tecnológicos, usado para resolver problemas e tomar decisões, incluindo compreensão das complexas relações entre ciência e sociedade. Um fato corriqueiro pode ter visão científica se compreendido a partir do corpus de conhecimento existente. Além disto, é um fator determinante para o exercício da democracia, ao contribuir para que as pessoas sejam críticas, inclusive entendendo o uso inadequado de informações supostamente científicas para justificar comportamentos discriminatórios ou de exploração financeira realizados por líderes religiosos.

Palavras-chave: Divulgação Científica; Evidências Científicas; Empoderamento; Religião; Homofobia.

Texto CompletoPDF

Postado originalmente em Tudo Sobre Plantas:

 Autoria: MARTINS-DA-SILVA, R. C. V.; SILVA, A. S. L. da.; FERNANDES, M. M.; MARGALHO, L. F. Ano de publicação: 2014


Autoria: MARTINS-DA-SILVA, R. C. V.; SILVA, A. S. L. da.; FERNANDES, M. M.; MARGALHO, L. F.
Ano de publicação: 2014

Ver original

Ana Luiza Oliveira Vilela, Valdir Lamim-Guedes

HOLOS Environment (Online), v. 14, p. 198-210, 2014.

Resumo: Cães domésticos (Canis lupus familiaris L., Canidae) têm atuado como espécie exótica perturbando e modificando ecossistemas nativos de diferentes maneiras. Esses animais, estando em ambiente natural, retornam ao estado selvagem passando a ser chamados ferais. A presença destes cães é uma situação grave levando-se em conta a possibilidade de declínio das populações de diversos animais nativos, incluindo a redução das populações de presas para os carnívoros silvestres, e por serem uma via de entrada de muitas doenças contagiosas para os animais nativos. Neste texto será tratado dos impactos de cães ferais em Unidades de Conservação, conflitos socioambientais e formas de controle das populações destes animais.

Palavras-chave: Conflitos Socioambientais; Invasão Biológica; Declínio de Espécies; Manejo de Unidades de Conservação; Competição

Texto completo

Sobre o documentário: “El corto hace referencia a la Guerra del Agua, ocurrido en Cochabamba (Bolivia) en 2000 tras la decisión gubernamental de privatizar el abastecimiento de agua -incluida la prohibición de recolección de agua pluvial- en la región.” Fonte

Texto do Blog Outros Olhares:

A hisória de La Abuela Grillo, uma história contada milenarmente pelo povo Ayoreo, da Bolívia

Resenha do livro que contém o conto.

Blog sobre o curta: http://abuegrillo.blogspot.com.br/

Resumo: Este texto trata da realização de uma dinâmica em grupo cuja questão norteadora foi: qual seria a sua prioridade, caso fôssemos construir uma cidade? A dinâmica foi realizada com alunos da disciplina Introdução à Gestão Socioambiental do curso de Bacharelado em Administração de Empresas do Centro Universitário Senac, São Paulo, SP, no mês de agosto de 2014. Os alunos foram reunidos em torno de uma mesa e foi colocada a seguinte situação: caso fossemos construir uma cidade, qual seria a prioridade? Cada aluno deveria apresentar a sua prioridade e colocar um objeto pessoal sobre a mesa, a fim de deixar marcada a sua escolha. Os alunos apresentaram 26 prioridades, que formaram um quadro bastante diverso de objetos sobre a mesa, representando a heterogeneidade do grupo. Esta heterogeneidade permite discutir sobre a complexidade que envolve a sustentabilidade, compondo um esforço para estimular a construção de uma visão crítica, de forma que os alunos tenham ações condizentes com uma sociedade mais sustentável.

Palavras-chave: Educação para a Sustentabilidade; Dinâmica em Grupo; Gestão Socioambiental.

Referência: LAMIM-GUEDES, V. Vamos construir uma cidade? Atividade de educação para a sustentabilidade em um curso de Administração. Educação Ambiental em Ação, v. 49,  2014. Disponível em <http://www.revistaea.org/artigo.php?idartigo=1889&class=41>. Acesso em 21 de set. de 2014.

Texto completo

4 de Setembro 1999 foi o dia em que foi anunciado o resultado do referendo sobre a independência de Timor-Leste, ou seja, 15 anos do começo do setembro negro.

Leia mais sobre Timor-Leste

Bookmark and Share

Clique para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 1.249 outros seguidores

Categorias

E-mail

dirguedes@yahoo.com.br

Mensagens recentes no Twitter

Current CO2 level in the atmosphere

População Mundial

Já somos 7 bilhões! Clique na figura e veja a população atual.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.249 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: